A Revista Brasileira de Estudos Fonográficos é uma publicação ligada ao Grupo de Pesquisa Música e Sociedade da Universidade Federal de Sergipe e é uma revista multidisciplinar por natureza envolvendo todas as áreas do conhecimento, pesquisadores e pesquisadoras que procuram compreender as relações da música com a sociedade e colecionadores de mídias analógicas  musicais que queiram expor a importância de seus catálogos.

A indústria da música mudou e junto com ela as tecnologias que a envolve também. Estudar música no contexto social, cultural, histórico, filosófico, econômico e suas tecnologias é importante, bem como, os assuntos que envolvem a propriedade intelectal das obras sonoras. Todas essas facetas ligadas à música estão presentes maciçamente na vida cotidiana - do rádio ao streaming e todas as formas de se armazenar e transmitir música são objetos de estudo de várias áreas, assim como, concernir a importância e as conexões da música na vida cotidiana e na cultura dos distintos grupos, povos, comunidades ou sociedades.

Compreender como a sociedade lida com a música (e suas mídias e tecnologias) é vital para entender a vida cotidiana e as influências que a arte musical e seu mercado expressam na política, economia e nas perspectivas filosóficas e sócio-culturais. Com isso, a presente publicação tem como propósito congregar pessoas de distintas áreas do saber que investiguem estes temas ou seja, estudos críticos da música como construção sociocultural em diferentes contextos temporais, econômicos, sociais, filosóficos, geográficos e tecnológicos.

A periodicidade é semestral e o envio de manuscritos é sempre aberto.